6 dicas simples para higienizar hortifrutis

(Apenas 3 minutinhos de leitura)

Olá!

Eu sou a Patrícia e já fomos apresentados no post anterior.

Se você está acessando a página pela primeira vez, este é o Blog da equipe Feira4You, e aqui é o nosso cantinho de bate papo sobre saúde. Seja bem-vindo!

No post anterior eu contei a vocês um pouquinho sobre uma experiência nada legal que tive indo à feira livre do meu bairro. Pois é, só rindo para não chorar! Mas “águas passadas não movem moinhos”, não é mesmo? Já virei esta página. Agora sou mais moderna e prezo por mais qualidade e comodidade em meu dia a dia.

Bem, hoje eu vim rechear nosso cantinho com coisas boas! Acabei de receber minha feira fresquinha em casa, com toda a comodidade que só a equipe do Feira4You oferece, higienizei, guardei, e o tempo que me sobrou (já que não precisei enfrentar filas no supermercado) reservei para dividir minha experiência com vocês.

Já comentei aqui no blog que trabalho com saúde pública há treze anos, e uma das dúvidas mais frequentes das pessoas em relação aos alimentos é como higienizá-los e armazená-los de forma adequada. Diante disso, resolvi postar algumas dicas para vocês, começando pela salada:

1)     Solte as folhas e lave-as em água corrente

2)     Encha vasilhas com água e solução de hipoclorito, na proporção de 5 gotas por litro de água

3)     Mergulhe as folhas já lavadas e deixe por 15 minutos

4)     Retire da solução, escorra e não enxágue. Está pronto para o consumo!

5)     Se desejar guardar, seque bem em uma saladeira ou papel toalha, até ficarem bem secas

6)     Armazene as folhas abertas, por porções, em sacos com zip, retirando bem o ar interno. Coloque uma folha de papel toalha no interior de cada saco para absorver a umidade, e guarde em geladeira. Para consumir, não precisa lavar novamente.

Tomates, espinafre, escarola, acelga, repolho, cheiro verde, milho verde, vagem, abobrinha, pepino, brócolis, couve flor, berinjela, acerola, e outras frutas consumidas com casca podem (e devem) passar pelo mesmo processo de higienização.

É importante lembrar que tudo o que entra em contato com a terra e é manipulado por mãos humanas, pode ter parasitas, vírus e bactérias bastante prejudiciais à nossa saúde. Portanto deve-se higienizar os produtos de hortifrúti com cuidado e sabedoria. Quando se diminui as bactérias contidas nos alimentos, armazenando-os limpos e secos, torna-se possível aumentar sua vida útil para o consumo, gerando saúde e economia.

Se você achou útil este post, deixe um comentário e até o próximo encontro!

Patrícia Lemos é mãe, filha, esposa, eterna aluna, cronista Feira4you e porta-voz do nosso leitor, escritora do Livro Palavras ao Vento, Profissional da Saúde, entusiasta de práticas e hábitos saudáveis, e quando sobra um tempinho, estar com demais familiares.